Notícias



Defensoria Pública do Acre participa do 22º Encontro Nacional do Programa de Proteção a Crianças e Adolescentes Ameaçados de Morte (PPCAAM), que está sendo realizado nos dias 26 e 27 de abril, em Porto Alegre (RS), sendo representado pelo coordenador do Núcleo da Cidadania, defensor público Celso Araújo e a servidora do setor, Sandra Xavier.
 

“Estou aqui representando a Defensoria Pública do Acre e agradeço à defensora-geral, Simone Santiago, e a subdefensora Roberta Caminha, a oportunidade de debater temas de alto nível, com pessoas ligadas ao segmento de todo o país. Políticas públicas com crianças não é favor, é direito. Projetos e programas sociais com crianças não é gasto, e sim investimento”, pontuou o defensor.

O coordenador do Núcleo da Cidadania, Celso Araújo, representou a Defensoria Pública no Encontro do PPCAAM Foto: Cedida 

Segundo dados do Monitoramento e Avaliação do Unicef, apresentados durante o evento, somente nos últimos cinco anos, 35 mil crianças e adolescentes (de 0 a 19 anos) foram mortos no Brasil de forma violenta, o que representa uma média de 7 mil mortes intencionais por ano.
 

No encontro, a diretora de Enfrentamento de Violações aos Direitos da Criança e do Adolescente Maria Leolina Couto Cunha, do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos apresentou o documento do Pacto Nacional de Prevenção e Enfrentamento da Violência Letal contra Crianças, Adolescentes e Jovens, que será debatido e articulado entre o governo federal, Estados e Distrito Federal.

 

Foto da capa: Sue Gotardo/Assessoria



Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o www.defensoria.ac.def.br, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse nossa Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.