Notícias



O coordenador do Núcleo da Cidadania, Celso Araújo e as servidoras Margarida Souza e Sandra Xavier apresentaram as ações estratégicas do plano de atuação do projeto da DPE.  Foto: Kristel Noriega 

Nesta quinta-feira, 7, a equipe do Núcleo da Cidadania da Defensoria Pública do Estado do Acre (DPE/AC) se reuniu com representantes de instituições parceiras para alinhamento do projeto Rede Humanizada de Apoio a Meninas e Meninos (Rhuamm).


Durante o encontro, o coordenador do Núcleo da Cidadania, Celso Araújo e as servidoras Margarida Souza e Sandra Xavier apresentaram as ações estratégicas do plano de atuação do projeto da DPE, que visa formar uma rede de atendimento e acolhimento para crianças de zero a 12 anos, em situação de vulnerabilidade extrema e vítimas de violência.


“Este projeto-piloto, idealizado pela DPE, busca tratar e prevenir os casos de violência contra crianças, trabalhando no apoio e auxílio das vítimas, juntamente com as instituições parceiras que são fundamentais para o desenvolvimento da Rede”, disse o defensor público e coordenador do Núcleo, Celso Araújo.

 

Após a troca de experiências e ideias, os órgãos parceiros reafirmaram o compromisso com a DPE para promoção das ações conjuntas do projeto, previsto para lançamento em maio deste ano.


A gestora do Centro de Ensino Infantil Willy Viana, Antônia Lopes, escola que receberá o núcleo do projeto, explicou que a iniciativa pioneira é de extrema importância para o combate e prevenção contra a violência infantil.

“O trabalho que será desenvolvido na escola com o auxílio do professor, aquele que está no dia a dia com as crianças, fará uma grande diferença, pois o projeto atuará não somente com as consequências da violência, mas também com a conscientização e prevenção, por meio do acompanhamento das vítimas e dos familiares”, explicou a gestora.

 

Na oportunidade, a defensora-geral do Estado, Simone Santiago, agradeceu o empenho e comprometimento dos órgãos parceiros da iniciativa que busca promover a proteção dos direitos de crianças e adolescentes.

 

Estiveram presentes na reunião, a vice-prefeita e secretária do município, Marfisa Galvão, o promotor de Justiça do Ministério Público do Acre (MPAC), Daisson Teles, a procuradora do Trabalho do Ministério Público do Trabalho no Acre e Rondônia (MPT/AC-RO), Michele Rocha, o pró-reitor acadêmico do Centro Universitário Uninorte, Juliano Raimundo, a coordenadora do Centro Pop, Elizabeth Medeiros.

 

Estiveram presentes na reunião representantes das instituições parceiras do projeto. Foto: Kristel Noriega 

Além dos representantes da Defensoria Pública da União (DPU/AC), Rose Costa, do MPAC, Aécio Costa, do Tribunal de Justiça do Acre, Alessandra Pinheiro, do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), Fabyola de Souza, da Polícia Militar do Acre, Jokebed Lima, da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (SASDH), Fernanda Flores, Marina Carneiro, Luciane Carvalho e da Secretaria Municipal de Educação (Seme), Nely Alves.



Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o www.defensoria.ac.def.br, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse nossa Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.