Notícias



A Defensoria Pública do Acre (DPE/AC), representada pela defensora Juliana Caobianco, coordenadora do Subnúcleo de Direitos Humanos 1 (SDH1), deu início às atividades ao Mês da Mulher, marcado pela data de 8 de março, com visitas à Delegacia Especializada da Mulher (Deam) e Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente (Nucria).
 

Recebida pelas delegadas Elenice Frez Carvalho, da Deam, e Juliana de Angelis Drachenberg, responsável pelo Nucria, o encontro viabilizou o diálogo para a construção de uma agenda comum com a intenção de estabelecer parcerias que melhorem o fluxo de atendimento das usuárias, mulheres e adolescentes vítimas de violência, em suas demandas na Defensoria Pública do Acre.
 

Coordenadora do SDH1 inicia visita às instituições e foi recebida nesta quinta, 3, pela delegada da Mulher, Elenice Carvalho Foto: Golby Pullig/Ascom DPE

"Em alusão ao mês da Mulher, o Subnúcleo de Direitos Humanos 1 optou por tomar como ponto de partida a Deam e Nucria, porque reputamos que, sem segurança  e liberdade, o exercício dos demais direitos e as potencialidades da mulher ficam limitados e até mesmo inviabilizados, e aqui incluo no termo ‘mulher’ as meninas e adolescentes também”, esclarece a coordenadora do SDH1, Juliana Caobianco.
 

A Defensoria Pública irá, ao longo do mês de março, percorrer as demais instituições que integram a rede de apoio às mulheres vítimas de violência para consolidar o alinhamento da DPE e facilitar o fluxo de atendimento de mulheres e adolescentes. A assistente jurídica do SDH1 Larissa Damasceno também participou das reuniões. 
 

Delegada Juliana Drachenberg, do Nucria, recepcionou a defensora Juliana Caobianco e defende parceria entre instituições para fortalecer rede Foto: Golby Pullig/Ascom DPE

A coordenadora do Subnúcleo de Direitos Humanos 1 agradeceu a receptividade das delegadas, como forma de manter o diálogo e o bom relacionamento entre as instituições, “o que contribui para a otimização dos atendimentos e dos serviços oferecidos”.


Delegacias atendem prioritariamente casos de violência doméstica e crimes contra crianças


A Delegacia da Mulher (Deam), a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca) e o Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente (Nucria) estão instalados provisoriamente no prédio da antiga 1º Delegacia de Rio Branco, no bairro Cadeia Velha, com atendimento preferencial para registros de ocorrências de violência doméstica e crimes contra crianças e adolescentes. 

O horário de atendimento da Deam é de 8h00 às 18h00 (Deam) e do Nucria de 7h30 às 13h30 para a solicitação de medidas. Para o registro de boletins de ocorrência é até as 18 horas.



CONFIRA NOSSA GALERIA DE IMAGENS


Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o www.defensoria.ac.def.br, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse nossa Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.