Notícias



A ouvidora geral da Defensoria Pública do Acre, Solene Costa, participa em Belém, no Pará, do 1º Encontro de Ouvidorias Externas de Defensoras e Defensores Públicos de Direitos Humanos da Amazônia, evento híbrido com transmissão pelo YouTube que debate até esta quinta-feira, 24, temas relacionados a questões de gênero, equidade racial e meio ambiente com objetivo de contribuir para o fortalecimento das agendas das Ouvidorias de Defensorias.

 

Ouvidora-geral da DPE/AC, Solene Costa participou do evento representando a instituição. Foto: Cedida

 

O evento das Ouvidorias no Pará abre debates também sobre a invisibilidade da luta dos povos originários e tradicionais e das cidades que compõem a Amazônia Legal (Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Tocantins, Maranhão, Mato Grosso, Rondônia e Roraima): extrativistas, indígenas, camponeses, quilombolas, seringueiros, pescadores, quebradeiras de cocos, atingidos pela mineração, garimpo e pelas barragens.

 

“A necessidade de trazer à tona a discussão sobre a preservação da floresta e de quem sobrevive nela foi o que impulsionou este encontro. Durante o evento estão sendo abordados, entre outras questões, o fortalecimento das lutas dos povos da floresta, da população originária que vive nos contextos urbanos e da preservação das águas, bem como o papel das Ouvidorias da Amazônia legal neste contexto”, pontua a ouvidora-geral da Defensoria Pública do Acre, Solene Costa.

 

No encontro, foram discutidos temas relacionados a questões de gênero, equidade racial e meio ambiente. Foto: Cedida 

 

A 1ª Reunião Ordinária do Conselho Nacional de Ouvidorias de Defensorias Públicas e o 1º Encontro de Ouvidorias Externas: Defensores e Defensoras de Direitos Humanos na Amazônia contam com apoio e execução, além da Ouvidoria Geral Externa da DPE e do Conselho Nacional de Ouvidorias de Defensorias Públicas, do TRT-8, da Comunidade Quilombola de Carananduba (Acará), do Fundo Casa Socioambiental, do Caritas Brasileira Regional Norte II.

 

O 1º Encontro das Ouvidorias Externas continua nesta quinta-feira, 24, com visita à Comunidade Quilombola de Carananduba – Acará, onde representantes das Ouvidorias e Defensorias participantes se reunirão com representantes de 17 comunidades quilombolas.



Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o www.defensoria.ac.def.br, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse nossa Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.