Notícias



                                                                                                                NOTA PÚBLICA

 

A Defensoria Pública do Acre, por meio dos Subnúcleos de Direitos Humanos l e II, vem a público repudiar o crime praticado contra duas pessoas em situação de rua, na manhã desta quarta-feira, 8, que culminou com a morte de uma delas, Felipe da Silva Oliveira, um jovem rapaz de apenas 18 anos de idade, usuário do Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua - Centro Pop deste Município.

 

A Defensoria Pública chama a atenção para o aumento de casos de violência na cidade de Rio Branco tendo como vítimas pessoas hipervulneráveis, em especial aquelas em situação de rua e com sofrimento mental, a exemplo do ocorrido com o Sr. Renan Souza, mais conhecido como Nego Bau.

 

Reforçamos que a Defensoria Pública se mantém vigilante para que os direitos humanos sejam efetivamente respeitados para todas as pessoas, independentemente de sexo, cor condição social, econômica ou qualquer outra circunstância, conclamando à população para que se mantenha vigilante quanto à violação de tais direitos, denunciando aos órgãos
competentes os casos de violência e contribuindo para que atos como este não se tornem banais e crescentes em nosso Estado, nem tampouco que fiquem impunes.


                                                                                                                                                                         

 

Rio Branco 09 de fevereiro de 2022.

 

Para denunciar, Disque:
 

190 - Polícia Militar
100 - Disque Direitos Humanos
SDH1 e SDH2 (WhatsApp)  9.9949-5525/9.9978-9164
E-mails: [email protected]/[email protected]



Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o www.defensoria.ac.def.br, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse nossa Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.