Notícias

O lançamento do projeto está previsto para outubro deste ano



O projeto da Rede Humanizada de Apoio a Meninas e Meninos (Rhuamm), idealizado pela Defensoria Pública do Estado do Acre (DPE/AC), por meio do Núcleo da Cidadania, foi apresentado à Coordenadoria da Infância e Juventude do Tribunal de Justiça do Acre (TJAC), na manhã desta sexta-feira, 27.

 

O encontro teve como finalidade o alinhamento das parcerias entre a DPE/AC e o tribunal acreano para promoção de ações conjuntas de cidadania, direitos humanos e proteção dos direitos da criança e do adolescente, por meio do desenvolvimento do projeto, que tem como público-alvo crianças de 0 a 12 anos, em situação de vulnerabilidade extrema e vítimas de violência. 

Apresentação do projeto Rhuamm para equipe da Coordenadoria da Infância e Juventude do TJAC. Foto: Felícia Lanay/Ascom DPE

A iniciativa busca formar e capacitar profissionais da rede pública municipal estabelecendo uma equipe multi e interdisciplinar apta a acolher e promover o atendimento de crianças vítimas de violência na faixa da primeira infância.

 

Para o coordenador do Núcleo da Cidadania, defensor público Celso Araújo, a participação do TJAC no projeto é indispensável. “Sem a participação do TJAC a Rede falha e nós precisamos trabalhar em conjunto para assegurar os direitos dessas crianças em situação de vulnerabilidade”, disse. 

 

A coordenadora estadual de Proteção à Infância e Juventude, desembargadora Regina Ferrari, elogiou a iniciativa da Defensoria Pública e se prontificou para contribuir na execução dos trabalhos. 

 

A reunião contou com a presença da equipe da Coordenadoria da Infância e Juventude do TJAC e também das servidoras do Núcleo da Cidadania da DPE/AC, Sandra Xavier e Lucicley Souza.