Notícias

Ação pretende sensibilizar população para o tema durante o Agosto Lilás



A Defensoria Pública do  Estado do Acre (DPE) adere à ação Agosto Lilás e pelos 15 anos da Lei Maria da Penha colorindo a fachada de sua sede para conscientizar sobre o combate à violência contra a  mulher.  Durante todo o mês, a campanha Não se cale - Defensoria Pública de mãos dadas com você irá divulgar informações sobre direitos, medidas protetivas, leis de amparo, canais de denúncia e os serviços oferecidos pelo Subnúcleo de Direitos Humanos 1 para dar apoio a mulheres vítimas de violência.
 

Iluminação da fachada da Defensoria Pública do Acre é uma das ações que marca a Quinzena do Agosto Lilás Foto: Golby Pullig/Comunicação DPE


Tendo como missão promover o acesso à justiça e aos direitos humanos a pessoas necessitadas e vulneráveis, que inclui a promoção de direitos das mulheres, a DPE criou o Subnúcleo de Direitos Humanos 1 (SDH1) para intermediar ações e atuar para a garantia de direitos.  No caso específico de mulheres vítimas de abusos e violência doméstica e familiar, a Defensoria Pública age com ações cíveis, de guarda, de alimentos, busca e apreensão, após o rompimento da relação abusiva. 
 

“O acolhimento na Defensoria Pública é para todas, inclusive idosas e trans. Queremos deixar claro que todas as mulheres têm direito ao acesso à Justiça e à proteção contra a violência doméstica e familiar. É preciso que as pessoas estejam sensíveis e conscientes sobre o tema e a campanha Agosto Lilás visa difundir ainda mais as informações sobre o combate a esta violência”, diz a defensora pública, coordenadora do Subnúcleo de Direitos Humanos 1, Juliana Caobianco.
 

O atendimento às vitimas de violência é feito pelo Subnúcleo de Direitos Humanos 1 da Defensoria Pública pelo número de WhatsApp 99949-5525 ou pelo e-mail [email protected]