Notícias



A defensora-geral Simone Santiago participou da solenidade em comemoração aos 59 anos de emancipação política do Acre, possível a partir da Lei 4.070, que transformou o então território federal em estado em 15 de junho de 1962. A cerimônia iniciou com uma homenagem do governo do Estado às pessoas que foram curadas de covid-19 e com a tradicional troca da bandeira, cujo mastro está instalado na Praça da Gameleira, região do Segundo Distrito de Rio Branco. 
 

Cerimônia teve início com homenagem a pessoas que se recuperaram da covid-19 Foto: Marcos Vicentti/Secom

Novamente este ano, a cerimônia foi restrita apenas a autoridades e poucos convidados, com o objetivo de evitar aglomeração como forma de prevenção ao coronavírus. A ex-governadora Iolanda Fleming e o ex-governador Romildo Magalhães participaram da solenidade, que homenageou ex-governador Orleir Cameli, tio do governador Gladon Cameli (in memorian). 
 

Na ocasião, o governador condecorou o brigadeiro do ar Luiz Guilherme da Silva Magarão, comandante do Comando Aéreo Amazônico (VII Comar) com a Ordem da Estrela do Acre - Grau Comendador. “Me sinto honrado, e sempre digo que a Amazônia nos une”, disse o brigadeiro Magarão. 
 

O governador Gladson Cameli lembrou que o povo do Acre é unido e que lutou para ser brasileiro. Ele destacou que o governo está empreendendo todos os esforços necessários para manter aquecida a economia do estado, com geração de emprego e renda, garantindo também que a população seja imunizada contra a covid-19 para que o Acre “vire esta página”.
 

Para a defensora-geral Simone Santiago, o Acre é um estado jovem, que cresce apoiado em bases sólidas de respeito à sua história e suas origens, sem perder o olhar para o futuro. 

Defensora-geral Simone Santiago prestigia solenidade em alusão aos 59 anos do Acre. À esquerda, a ex-governadora Iolanda Fleming Foto: Golby Pullig/Ascom DPE

“Me sinto honrada de participar desta solenidade, ao lado de representantes das instituições que garantem a plena democracia do Estado. Que o Acre possa crescer ainda mais para que nossa população tenha cada vez mais acesso aos direitos fundamentais”, disse a defensora-geral. 

Troca oficial da bandeira é uma das cerimônias realizadas na data de aniversário do estado Foto: Golby Pullig/Ascom DPE

Troca da bandeira - A troca da bandeira do Acre, que tem 14 x 20 metros, é feita todos os anos, geralmente na data de 15 de junho. Este ano, o entorno passou por reforma, com revitalização do deque e manutenção do mastro, realizada pela Secretaria de Infraestrutura do Estado (Seinfra). O conjunto composto por mastro e bandeira do Acre faz parte do monumento que engloba a região da Gameleira sendo um dos mais importantes pontos turísticos do estado representando a cultura e identidade do povo acreano.  



CONFIRA NOSSA GALERIA DE IMAGENS