Notícias



A Defensoria Pública do Estado do Acre (DPE/AC), representada pela defensora pública Flávia Nascimento, que atua no Subnúcleo de Direitos Humanos 2 (SDH2), participou nesta quinta-feira, 10, de reunião para o alinhamento de estratégias voltadas à eliminação e prevenção da criminalidade.

 

O encontro foi articulado pela Secretaria de Estado da Justiça e Segurança Pública (Sejusp). Serão realizadas visitas técnicas em todas as Regionais do Acre, com a promoção das Câmaras Temáticas: Ações de defesa social e ações preventivas; Integração dos órgãos do sistema de Justiça Criminal; e Demandas e ações dos órgãos do sistema de Segurança Pública.

Inicialmente o plano de ação visa abranger a comunidade da Cidade do Povo, na 2ª Regional de Rio Branco. Foto: (Felícia Lanay/ Ascom DPE)

As câmaras temáticas têm por objetivo integrar e transversalizar políticas de defesa social, com foco nas prevenções primária, secundária e terciária, específicas para cada regional de segurança, abordando as problemáticas locais na busca de planejamento de ações e soluções.

 

Inicialmente o plano de ação visa abranger a comunidade da Cidade do Povo, na 2ª Regional de Rio Branco. Ainda em fase de construção, a comunidade sugeriu para o plano algumas políticas públicas, com a finalidade de impactar nos resultados de saneamento básico, gerar oportunidade de emprego para os jovens e reduzir a violência e crimes de menor potencial ofensivo por meio da mediação de conflitos. 

 

A iniciativa também compõe as atividades do programa Acre pela vida - por uma cultura de paz, que visa a prevenção e o enfrentamento à violência no estado. A estratégia conta com ações preventivas e repressivas que serão implementadas prioritariamente em comunidades com maior incidência de crimes contra a vida. 

Defensora pública, Flávia Nascimento. Foto: (Felícia Lanay/ Ascom DPE)

 

Para a defensora pública, Flávia Nascimento, sem redução das vulnerabilidades sociais, não há como reduzir a criminalidade. “A Defensoria Pública se faz presente para dialogar com as demais instituições a fim de garantir as políticas públicas e reduzir as vulnerabilidades sociais, que muitas vezes facilitam a entrada para o mundo do crime”, disse.

 

Participaram da reunião representantes da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (SASDH), polícias Civil e Militar, Secretaria de Educação, Centro de Referência de Assistência Social (Cras), Instituto de Administração Penitenciária do Estado do Acre (Iapen/AC), Empresa Municipal de Urbanização de Rio Branco (Emurb), representantes da comunidade, entre outros.



CONFIRA NOSSA GALERIA DE IMAGENS


Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o www.defensoria.ac.def.br, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse nossa Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.