Notícias

Projeto visa atender crianças de 0 a 12 anos, em situação de vulnerabilidade extrema e vítimas de violência



O termo de cooperação técnica entre a Defensoria Pública do Estado do Acre (DPE) e a Prefeitura de Rio Branco, por meio das secretarias municipais de Educação, Saúde, e Assistência Social e Direitos Humanos, foi celebrado na tarde de quarta-feira, 26.

 

A parceria tem por objetivo promover ações conjuntas de cidadania, direitos humanos, e a proteção dos direitos da criança e do adolescente, por meio do desenvolvimento do projeto da Rede Humanizada de Apoio a Meninas e Meninos (Rhuamm).

 

DPE e Prefeitura de Rio Branco celebram parceria para o projeto Rhuamm. (Foto: Felícia Lanay - ASCOM DPE/AC)

Idealizado pelo Núcleo da Cidadania, da Defensoria Pública, o projeto Rhuamm busca formar e capacitar profissionais da rede pública municipal estabelecendo uma equipe multi e interdisciplinar apta a acolher e promover o atendimento de crianças vítimas de violência na faixa da primeira infância, em consonância com o Plano Estadual Decenal dos Direitos Humanos da Criança e do Adolescente (PEDDHCA) 2021-2030.

 

“Essa iniciativa da Defensoria, pra nós, é muito importante porque vai ao encontro do fundamento da nossa gestão, que é cuidar de gente. E cuidar de gente significa cuidar desde a criança quando nasce até o idoso. Eu não tenho dúvidas que esse projeto vai nos ajudar na prevenção e proteção das nossas crianças”, disse o prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, que externou satisfação e esperança com o projeto.

 

Para o coordenador do Núcleo da Cidadania, defensor público Celso Araújo, a parceria com a rede municipal é fundamental para execução do projeto. 

 

“A capacitação desses profissionais que vão fazer parte do projeto está prevista para dar início ainda este ano. Sem dúvidas, a união com a rede municipal é fundamental para todos nós, pois será através deles que vamos identificar os problemas e buscar a solução”, disse. 

 

A defensora-geral, Simone Santiago ressaltou que será um trabalho de união, que visa integrar ações, objetivando o fortalecimento da rede de proteção de meninos e meninas do nosso estado. 



CONFIRA NOSSA GALERIA DE IMAGENS